terça-feira, 1 de março de 2011

E se...

A figueira não floresce,                                        
Não há fruto na videira,
O produto da oliveira mente...
Rios, campos não produzem,
O curral está vazio,
O aprisco está deserto...

Tudo isso se passando e o profeta mesmo assim vai se alegrando em Deus.
Mas e se fosse comigo,
Pra quê mesmo que eu vivo?
Onde está minha alegria?
E se a dor for minha sina?
Será que ainda faço rima?
Canto alegre a melodia?
E se eu perdesse tudo será que contudo me alegraria em Deus?

Eu quero ser, não quero ter
Eu quero crer, não quero ver
Que minha alegria seja tão somente me lembrar de Ti, meu Deus!
Viver e só de Ti viver
Morrer ansioso por te ver
É minha oração
É assim que eu queria ser

3 comentários:

eneaslara.blogspot.com disse...

Olá querida irmãzinha Aline! Que grande prazer foi vê-la em meu blog, me permita ser teu amigo de relacionamento virtual, porque acima de tudo o que nos une é o amor de Cristo Jesus, e nEle nós somos irmãos. Estou te visitando e gostei muito de tudo o que vi e, ja sou teu seguidor, acima de tudo porque és poeta e esse é também meu fraco kkkkkkkkkk. Fique com Deus.

Aryanne Soares disse...

querida........... que a inspiração vinda direto do céu possa continuar sendo a alegria da sua vida!!!!

Deus abençoe seeeeeempre!
Bjo e paz!

Aline disse...

Olá queridos.. Obrigada pela visitinha, é um prazer recebe-los aqui!
Deus abençoe vcs