terça-feira, 28 de setembro de 2010

Prosseguir com olhos vendados

Recebi esta mensagem de uma irmã em Cristo: Vanessa Vieira de Brasília.
Suas palavras de motivação para continuar com o Blog, se destacaram em meu coração. Obrigada querida e Deus continue te usando.


"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor, porque assim como os céus são mais altos que a terra, assim são os meu caminhos mais altos que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos" Isaías 55:8-9
Ter os olhos vendados e ainda assim continuar a trilhar confiantemente o caminho...Essa foi a reflexão que estive fazendo ao longo da semana sobre a fé cristã. Imagine que você vai passar o restante desse mês com os seus
olhos vendados. Nada de utilizar sua visão para as tarefas diárias.


Você se concentraria mais no som e utilizaria mais o tato né? Com certeza se sentiria limitado mas, ao mesmo tempo, buscaria aguçar os outros sentidos e com certeza passaria a "ver" o mundo de forma diferente.


Em um mundo cada vez mais preso às imagens (televisão, filmes, fotos)
e em busca dos avanços científícos, penso que somos empurrados a andar menos pela fé. Afinal, andar pela fé é estar de olhos vendados. Andar colocou isso em seu coração, mesmo não fazendo o menor sentido.


Pense comigo:Deus promete um filho à Abrão, mas Sara está velha demais para ser mãe. Deus cumpre sua promessa milagrosa, mas pede a Abrãao que em obediência sacrifique seu filho. Imagine quantas coisas passaram pelo

coração de Abrãao
Pense em Noé ... Construir uma arca enorme, em lugar que há muito tempo não chovia. Sem falar que as coisas para ele não estavam fáceis, já que todos os homens estavam corrompidos (gn.6) e penso que ele devia se sentir sozinho em meio a tudo aquilo Agora pense em José. Aceitar se casar com uma mulher que engravidara antes deles terem se casado. Como seria se essa notícia se espalhasse?


Será que algumas pessoas ficaram sabendo e passaram azombar de José? Afinal, que gravidez era essa?
E os discípulos. Seguir alguém que prometeu fazê-los pescadores de almas, mas que de antemão havia lhes avisado que o filho do homem não tinha sequer onde repousar a cabeça.
Creio que podemos concluir que o chamado de Deus é como andar vendado.
Exige fé, confiança e entrega. As coisas de Deus são feitas de uma maneira louca, porque não estão dentro daquilo que podemos administrar.


Penso que todos esses homens que mencionei acima sentiram muito MEDO
já que nós temos a mania de sempre quere estar seguros e ter o domínio da situação. Contudo, muitas vezes o chamado de Deus não vem com a promessa de segurança, mas sim de livramento e provisão. Daniel na cova dos leões não estava seguro (do ponto de vista humano), mas provou o livramento de Deus.
Nesse ano recebemos uma palavra profética de que COISAS AINDA MAIORES
VIRÃO. Isso tem tudo a ver com o versículo que escrevi no início (IS55:8-9). Deus tem grandes planos! Não para nos satisfazer, mas para honra e glória Dele. Coisas ainda maiores para que o Reino de Deus seja chegado entre nós.

Se quisermos experimentar precisaremos aceitar andar de olhos vendados. Não sei qual a situação que você está passando, mais sei hoje o Senhor te desafia a confiar na direção que Ele traz ao seu coração!
Que o Senhor Deus Todo poderoso gere fé em nosso espírito!

Um comentário:

Vanessa disse...

Olá Aline,
fico feliz pela mensagem ter gerado um novo animo em seu coração. Continue a espalhar a semente do evangelho. Que tremendo saber que como família de Deus temos abençoado uns aos outros. Estou contente por sua palavras e com certeza é uma alegria ter colaborado em seu blog.

Fica estabelecido o contato e conte com parte do corpo de Cristo aqui em Brasília.

Continuarei acompanhando o blog. Eu e um grupo de amigos estamos desenvolvendo um projeto de evangelismo que vai alcançar brasília. O site será lançado até dezembro. Aí eu divulgo o link para que você conheça, interceda e compartilhe com seus amigos. Quem sabe Deus deseje gerar o mesmo aí.

Com grande prazer em conhecê-la,
Vanessa Vieira.